Conteúdo com Temas Esportes e fitness .

O que está por trás da publicidade dos “Detox”?

26/06/2015 16:16

Com a promessa de eliminar toxinas, desintoxicar, limpar, “fazer faxina” no organismo, melhorar o crescimento de cabelos ou perder peso, diversos produtos denominados “Detox” estão sendo oferecidos à população. Na internet, são encontrados alimentos Detox, os Detox capilares, dietas Detox e até produtos para saúde Detox (como palmilhas Detox e Patch). 

 

Mas fique alerta ao termo “da moda”: a maioria dos “Detox” já é comercializada há muito tempo, mas agora tem sido divulgada com essa denominação.

 

Na internet, alimentos denominados Detox apresentam composições muito diferentes. Alguns podem inclusive conter substâncias não permitidas, que podem não ser seguros para o consumo humano. Além de prometer a desintoxicação, muitas vezes esses produtos são oferecidos para tratar ou curar doenças. Desconfie desses anúncios: apenas medicamentos regulares são seguros e eficazes para o tratamento ou cura de doenças. Ou seja, alimentos não podem fazer alegações terapêuticas ou medicamentosas (como tratamento de diabetes, artrites e outras doenças, emagrecimento, etc).

 

Entre os cosméticos, desconfie também de promessas milagrosas e de ação rápida, como redução de rugas, celulite e melhora da pele. Já em relação às receitas de dietas Detox, muitas disponíveis na internet restrigem a ingestão de nutrientes importantes ao organismo. Por isso, o Ministério da Saúde orienta a consulta a um profissional de saúde habilitado para a prescrição destas dietas, a fim de prevenir riscos à sua saúde.

 

Desconfiou de alguma propaganda enganosa ou encontrou algum alimento fazendo promessas de cura de doenças? Faça uma denúncia à Anvisa pelo telefone 0800 642 9782.

 

Quer saber mais? Veja as recomendações do Ministério da Saúde sobre dietas Detox e saiba como desintoxicar o organismo depois de cometer excessos:

 

Dietas Detox podem ser prejudiciais à saúde, afirmam especialistas

Saiba como desintoxicar o organismo depois dos excessos do final de ano