Voltar

Plantas medicinais: saiba como usar de forma segura

06/01/2016 10:36

Os benefícios das chamadas “drogas vegetais” passam de geração em geração. Quase todo mundo já ouviu falar de alguma planta, folha, casca, raiz ou flor que ajuda a aliviar os sintomas de um resfriado ou mal-estar. Unindo ciência e tradição, a Anvisa dá algumas dicas sobre quando e como as drogas vegetais devem ser usadas para se alcançar efeitos benéficos.

 

Inaladas, ingeridas, usadas em gargarejos ou em banhos de assento, as drogas vegetais têm formas específicas de uso e a ação terapêutica é totalmente influenciada pela forma de preparo.  Algumas possuem substâncias que se degradam em altas temperaturas e por isso devem ser maceradas. Já as cascas, raízes, caules, sementes e alguns tipos de folhas devem ser preparados em água quente. Frutos, flores e grande parte das folhas devem ser preparadas por meio de infusão, caso em que se joga água fervente sobre o produto, tampando e aguardando um tempo determinado para a ingestão.

 

Confira aqui a forma correta de preparo em cada caso

 

Além disso, há outros cuidados extras que devem ser tomados. Fique ligado:

 

• Utilize sempre plantas que você conhece bem.

• Nunca colete plantas medicinais junto a locais que possam ter recebido agrotóxicos, ou perto a estradas, estacionamento de veículos, lixo ou locais poluídos.

• As plantas medicinais devem ser secas à sombra, até se tornarem quebradiças antes de serem utilizadas. Evite o uso de plantas medicinais murchas, mofadas e antigas.

• Procure conhecer a parte correta da planta medicinal a ser utilizada... o guaco, por exemplo, devem ser utilizadas as folhas, enquanto o gengibre são as raízes.

• Não armazenar as plantas medicinais por um longo período, pois podem perder os seus efeitos.

• Evite misturas de plantas medicinais. A combinação entre elas pode resultar em efeitos imprevisíveis.

• Não utilize durante a gravidez, ou na amamentação, a não ser sob orientação médica.

• Evite utilizar chás laxantes ou diuréticos para emagrecer.

• Tome o chá logo depois de prepará-lo, evite fazer grandes quantidades e armazenar, mesmo que em geladeira.